Governança Global da Internet: Um mapa da Economia Política Internacional em torno dos identificadores alfanuméricos da rede

Diego Rafael Canabarro, Alexandre Arns Gonzales

Resumo


Este artigo objetiva analisar a formação do regime internacional privado em torno da “raiz” do Sistema de Nomes de Domínio (DNS) da Internet. O problema que orienta este texto é: qual a relação da constituição desse regime e a emergência de novos mecanismos de governança global? Este artigo objetiva detalhar de forma sintética tal evolução, pontuando a forma pela qual os diferentes arranjos de governança do DNS relacionam-se com a economia política internacional em uma perspectiva mais ampla. Para isso, o texto divide-se em três seções. A primeira seção apresenta e explica o DNS, em sua dimensão técnica e política. A segunda seção empreende uma retrospectiva da governança da Internet até o presente momento. Sintetiza-se essa retrospectiva pela lente interpretativa de uma análise sistêmica de longa duração. Na terceira seção, explica-se de que forma os desdobramentos da transição da autoridade sobre o DNS podem relacionar-se com a conformação de transformações na governança global e aponta-se para os caminhos pretendidos para o aprofundamento do tema. Ao fim, o trabalho procura apontar os aspectos práticos e teóricos que merecem ser considerados na agenda de ensino e pesquisa do campo.


Palavras-chave


Capitalismo; Internet; Governança; Relações Internacionais.

Texto completo:

PDF

Referências


ARRIGHI, Giovanni; SILVER, Beverly. Caos e Governabilidade no Moderno Sistema Mundial. Editora UFRJ. 2001;

ARRIGHI, Giovanni. O longo século XX: dinheiro, poder e as origens do nosso tempo. Rio de Janeiro: Contraponto, 2009;

POWERS, Shawn; & JABLONSKI, Michael. 2015. The Real Cyber War: The Political Economy of Internet Freedom. Kindle Edition University of Illinois Press. Chicago.

SILVER, Beverly; ARRIGHI, Giovanni. O fim do longo século XX. In: VIEIRA, Pedro A. (org. Et al.). O Brasil e o Capitalismo Histórico: Passado e Presente na Análise dos Sistemas-Mundo. São Paulo, SP: Editora Cultura Acadêmica. 2012. pp.77-96

BRAUDEL, Fernand. 1987. A dinâmica do capitalismo [The dynamic of capitalism]. Editora Rocco. Rio de Janeiro;

CANABARRO, Diego R. O longo 2014 da governança da Internet - um balanço do 9º IGF. poliTICS, nº 19. Instituto Nupef. Rio de Janeiro.

COX, Robert W. 1981 Social Forces, States and World Orders: Beyond International Relations Theory. Millenium: Journal of International Relations. Vol 10. 204-254

DOURADO, Eli. Behind closed doors at the UN’s attempted “takeover the Internet”. Arstechnica. Laaw & Disorder. 12/20/2012. Disponível em: < https://arstechnica.com/tech-policy/2012/12/behind-closed-doors-at-the-uns-attempted-takeover-of-the-Internet/2/ > Acessado em: 11 jun 2017

HARVEY, David. El nuevo imperialismo. Edição Akal. Madrid, Espanha. 2004. Disponível em: < http://libgen.io/get_new.php?md5=BAE7C0707681ABD0C6CC877FAB2C1D78 > Acessado em 01 out. 2015.

KLENSIN, J. Role of the Domain Name System (DNS). RFC 3467. Informational. February 2003. Disponível em: < https://docs.google.com/document/d/15HDhoUwM-FlXeItQ4_eViw4aITgtrdcWHr24VqBhpnM/edit > Acessado em: 12 jun 2017;

KLEINWÄTCHER, Wolfgang. Internet Governance Outlook 2015: Two Processes, Many Venues, Four Baskets. Circle ID. Blog. 03 de Janeiro de 2015, 10:25. Disponível em: < http://www.circleid.com/posts/20150103_internet_governance_outlook_2015_2_processes_many_venues_4_baskets/ > Acessado 26 nov. 2017

KLEINWÄCHTER, W. The History of Internet Governance. In: OSCE. Governing the Internet: Freedom and Regulation in the OSCE Region Vienna, Austria, OSCE, 2007, pp. 41- 64. Disponível em: < http://www.osce.org/fom/26169 >. Acesso em: 17 dez 2017.

KOVACS, Anja. [2013]. A third way? Proposal for a decentralised, multistakeholder global Internet governance model. Internet democracy project. [2013]. At https://internetdemocracy.in/reports/a-third-way-proposal-for-a-decentralised-democratic-internet-governance-involving-all-stakeholders/ accessed September 27, 2016

MALCOLM, Jeremy. 2015. Criteria of meaninful stakeholder inclusion in internet governance. Internet Policy Review – Journal on Internet regulation. Vol. 4, Issue 4. December 16.

MANYIKA, James; LUND, Susan; BUGHIN, Jacques; WOETZEL, Jonathan; STAMENOV, Kalin; DHINGRA, Dhruv. Digital Globalization: The New Era of Global Flows. McKinsey & Company, 2016.

Documentos, discursos e relatório

BRASIL. “Brasil vai sediar encontro mundial sobre governança da internet em 2014”. Portal Brasil. 09 outubro 2013b. Disponível em: < http://www.brasil.gov.br/governo/2013/10/brasil-vai-sediar-encontro-mundial-sobre-governanca-da-internet-em-2014 > Acessado em: 18 jun 2017;

BRASIL. “Discurso da Presidenta da República, Dilma Roussef, na abertura do Debate Geral da 68º Assembleia-Geral das Nações Unidas – Nova Iorque/EUA”. 2013a. Página Inicial>Discursos>Discursos da Presidenta. Disponível em: < http://www2.planalto.gov.br/acompanhe-o-planalto/discursos/discursos-da-presidenta/discurso-da-presidenta-da-republica-dilma-rousseff-na-abertura-do-debate-geral-da-68a-assembleia-geral-das-nacoes-unidas-nova-iorque-eua >

CHEHADÉ, Fadi. Newcomewe Welcome Section. ICANN53 – Buenos Aires. 21 de Junho de 2015. Liberator C. Buenos Aires. Disponível em: < https://icann.adobeconnect.com/p820ep382gc/?launcher=false&fcsContent=true&pbMode=normal > Acessado em: 27 Set. 2016;

GTGI. Report of the Working Group on Internet Governance. Châteu de Bossey. Junho de 2005. Disponível em < http://www.wgig.org/docs/WGIGREPORT.doc > Acessado em: 23 maio 2017;

ICANN. Montevideo Statement on the Future on Internet Cooperation. Announcements. 07 Oct 2013. Disponível em: < https://www.icann.org/news/announcement-2013-10-07-en > Acessado em: 18 jun 2017;

ITU. Tunis Agenda for the Information Society. WSIS-05/TUNIS/DOC/6(Rev. 1)-E. 18 November 2005. Tunis. Disponível em: < http://www.itu.int/net/wsis/docs2/tunis/off/6rev1.html > Acessado em: 18 jun 2017.

MAGAZINER, Ira. DUBLIN – Transition Perspectives: From an Internet Pioneer and the US Congress. ICANN54. Dublin, Ireland. October 18, 2015. Disponível em: < https://meetings.icann.org/en/dublin54/schedule/sun-transition-perspectives/transcript-transition-perspectives-18oct15-en.pdf > Acessado em: 20 jun 2017;

NAÇÕES UNIDAS. The right for privacy on the digital age. General Assembly. 1 November 2013. A/C.3/68/L.45. Disponível em: < http://www.un.org/ga/search/view_doc.asp?symbol=A/C.3/68/L.45 > Acessado em: 12 jun 2017

NIC.br. Documentos da Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação: Genebra 2003 e Túnis 2005. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2014.

NTIA. NTIA Annouces Intent to Transition Key Internet Domains Name Functions. March 14, 2014. Dosponível em: < https://www.ntia.doc.gov/press-release/2014/ntia-announces-intent-transition-key-internet-domain-name-functions > Acessado em: 20 jun 2017

NTIA. US’s Principles on the Internet’s Domain Name and Addressing System. June 30, 2005. Disponível em: < https://www.ntia.doc.gov/other-publication/2005/us-principles-Internets-domain-name-and-addressing-system > Acessado em: 24 maio 2017.

UNMULTIMEDIA. Nações Unidas adotam resolução sobre privacidade na era digital. Notícia e Midia Rádio ONU. 25/11/2014. Disponível em: < http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/2014/11/nacoes-unidas-adotam-resolucao-sobre-privacidade-na-era-digital/#.WT6lQje1vQo > Acessado em 12 jun 2017

US SENATE. Senate and House Chairs Call for Administration to Reconsider ICANN Internet Transition, September 8, 2016. Press Release. Disponível em: < https://www.commerce.senate.gov/public/index.cfm/pressreleases?ID=E4B18487-419C-45D5-ACF1-2E41743801C2 > Acessado em: 16 Dez. 2016




DOI: https://doi.org/10.21530/ci.v13n1.2018.748

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia