Marco Aurélio Chaves Cepik; Henriques Manuel Marcelino
Rev. Carta Inter., Belo Horizonte, v. 16, n. 3, e1130, 2021
1-25
Segurança cibernética em Moçambique:
conceitos, infraestrutura e desafios
de implementação
Cybersecurity in Mozambique:
concepts, infrastructure,
and implementation challenges
Seguridad cibernética en Mozambique:
Conceptos, infraestructura y retos
de aplicación
DOI: 10.21530/ci.v16n3.2021.1130
Marco Aurélio Chaves Cepik
1
Henriques Manuel Marcelino
2
Resumo
Em 2018, Moçambique tornou-se signatário da Convenção da
União Africana sobre Segurança Cibernética e Proteção de Dados
Pessoais. O país participa também da União Internacional de
Telecomunicações (ITU) e da Comunidade de Desenvolvimento da
África Austral (SADC). Processos de securitização do ciberespaço
em Moçambique constituem um mecanismo social que produz
consequências materiais. Este artigo busca contribuir para a
compreensão dos desafios de segurança cibernética de duas formas.
Primeiro, explicitando conceitos como ciberespaço, internet,
infraestrutura, segurança e defesa no âmbito digital. Segundo,
1 Professor titular do Departamento de Economia e Relações Internacionais
(DERI) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Rio Grande
do Sul, Brasil. Doutor em Ciência Política (IUPERJ-UCAM).
(mcepik@gmail.com). ORCID: http://orcid.org/0000-0003-4147-5486
2 Docente na Universidade Joaquim Chissano. Doutor em Estudos Estratégicos
Internacionais (PPGEEI-UFRGS).
(kgudja@gmail.com). ORCID: https://orcid.org/0000-0002-9543-3022
Artigo submetido em 01/10/2020 e aprovado em 05/04/2021.
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
ISSN 2526-9038
Copyright:
• This is an open-access
article distributed under
the terms of a Creative
Commons Attribution
License, which permits
unrestricted use,
distribution, and
reproduction in any
medium, provided that
the original author and
source are credited.
• Este é um artigo
publicado em acesso aberto
e distribuído sob os termos
da Licença de Atribuição
Creative Commons,
que permite uso irrestrito,
distribuição e reprodução
em qualquer meio, desde
que o autor e a fonte
originais sejam creditados.
Segurança cibernética em Moçambique: conceitos, infraestrutura e desafios de implementação
Rev. Carta Inter., Belo Horizonte, v. 16, n. 3, e1130, 2021
2-25
propondo um modelo de maturidade adaptado para monitorar e avaliar o desenvolvimento
da segurança cibernética em Moçambique.
Palavras-chave: Cibersegurança; Estratégia; Infraestrutura Crítica; Moçambique.
Abstract
In 2018, Mozambique became a signatory to the African Union Convention on Cyber
Security and Personal Data Protection